Sindojus/AL e presidente do TJ discutem data-base, nomeações e projetos da categoria

O presidente e o diretor jurídico do Sindojus/AL, Cícero Filho e Gustavo Macêdo, estiveram reunidos na tarde desta quinta-feira (23/01) com o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Tutmés Airan.

Em pauta, diversos assuntos de interesse da categoria, dentre eles, nomeações de novos oficiais de Justiça, melhor estrutura física das Centrais de Mandados, apoios para os projetos propostos pelo Sindojus para categoria e data-base 2020.

Em relação as nomeações, após os dirigentes sindicais demonstrarem a carência de pessoal existente, o presidente do TJ se comprometeu em analisar o pleito e realizar nomeações de acordo com as possibilidades orçamentárias.

Quanto a melhoria da estrutura física das Centrais, o presidente solicitou que fosse apresentado um descritivo das necessidades para buscar viabilizar a demanda. O objetivo desse pleito é contemplar o avanço dos trabalhos realizados pela categoria em face de projetos como o NIOJ e o Núcleo de Conciliação dos Oficias. Tais projetos, segundo o presidente da Corte, terão o apoio necessário do Tribunal de Justiça.

Quanto a data-base 2020, os representantes do Sindojus solicitaram percentual com ganho real acima da inflação. O desembargador presidente expôs aos dirigentes sindicais representantes dos Oficiais de Justiça, que o momento atual não permite aplicação de índice acima do percentual inflacionário. Contudo, firmou compromisso em realizar o mesmo procedimento do ano passado, ou seja, aplicar a reposição inflacionária e encaminhar o projeto de lei até o final do primeiro trimestre do ano.

Dia de vitória

O ano de 2020 começou com uma excelente notícia para os Oficiais de Justiça de Alagoas. Na manhã de hoje (23/01) foi julgado pela Segunda Câmara Cível do TJ a ação coletiva de progressão da categoria e, por unanimidade, foi mantida a decisão de primeiro grau reconhecendo o direito a duas progressões verticais. Parabéns a todo(a)s!